Total de Fotos online: 109.664 em 1222 álbuns.

Com fim da greve e início dos pagamentos

Secretaria de Educação planeja volta às aulas em Cabo Frio

Por Camillo Antunes

Postado dia 26/01/2017

Com fim da greve e início dos pagamentos,
Secretaria de Educação planeja volta às aulas em Cabo Frio


Das 90 escolas da rede municipal de ensino, 70 irão receber alunos a partir do dia 1º de fevereiro


Em menos de um mês, muita coisa já foi feita. Com o fim da greve dos professores e o início do pagamento dos salários atrasados pela gestão anterior, a Secretaria de Educação está organizando a volta às aulas em Cabo Frio. Das 90 escolas da rede municipal de ensino, 70 irão receber alunos a partir do dia 1º de fevereiro para o fechamento do ano letivo de 2016. O ano letivo de 2017 terá início em toda a rede no dia 24 de abril.
Nos primeiros dias do novo governo, o foco era resolver a situação dos salários atrasados. Para isso, várias reuniões foram realizadas entre a secretária de Educação, Laura Barreto, o secretário de Fazenda, Clésio Guimarães, o secretário de Administração, Deodoro Azevedo, o próprio prefeito Marquinho Mendes e o sindicato da categoria. Com o estabelecimento de um calendário de pagamento, os profissionais da educação encerraram a greve que durava 7 meses e o trabalho passou a ser no sentido de organizar as unidades escolares. A dívida com os salários atrasados da categoria somam R$ 45 milhões. 
"Conto com uma equipe maravilhosa e técnicos competentes estão me apoiando. Sabemos que as pessoas estão no seu limite, os diretores estão cansados, algumas pessoas ficaram doentes e passaram necessidades pela falta do dinheiro. Mas hoje nós estamos aqui para fazer o resgate da educação", pondera a secretária de Educação, Laura Barreto.
A secretária explica ainda que o calendário de matriculas será divulgado em breve. Para ela, apesar das dificuldades a diferença do novo governo para a antiga gestão já pode ser notada pela comunidade escolar.
"Nós não estamos começando do zero, mas sim do negativo, porque encontramos uma Secretaria destruída, cheia de dívidas e as escolas sem condições de receber os alunos. Nós prometemos dar o nosso melhor, mas preciso da ajuda de todos. Preciso que o aluno não rabisque suas carteiras, não piche as paredes, não destrua a estrutura da escola, que é pública. É preciso entender que o público é nosso. São os nossos impostos. Tenham certeza que todos os setores da Educação e da Prefeitura como um todo estão empenhados e vislumbrando um novo tempo que", aliás, já começou, completa Laura.


Att,
Coordenadoria de Comunicação

 

 

 

 

A matéria descrita acima é de inteira responsabilidade de seu autor, eximindo o site de qualquer responsabilidade.

Costela Suína

NoiteLagos.com entrevista Claudio Michael Völcker.

Próxima semana...


Veja os vídeos anteriores

Anunciantes


Parceiros


Facebook




Nosso QR Code


  Todos os Direitos reservados Noite Lagos Site Criado por Fernando Moraes
Fernandomoraesn@gmail.com