Total de Fotos online: 109.664 em 1222 álbuns.

Pequenos produtores de Araruama melhoram renda familiar com agroindústria de farinha

Por Camillo Antunes

Postado dia 02/06/2015

Pequenos produtores de Araruama melhoram renda familiar com agroindústria de farinha


 


Atualmente cerca de 70 por cento da produção de alimentos no mundo tem origem na agricultura familiar. Segundo o mais recente Censo Agropecuário do IBGE, os pequenos produtores rurais são responsáveis pelo plantio de 87% da mandioca produzida no país, além de 70% do feijão, e 46% do arroz. Com números tão significativos, é evidente a necessidade de se implantar e desenvolver políticas públicas para fomentar este setor econômico. Em Araruama, um dos principais projetos para garantir melhorias para os pequenos produtores é a agroindústria de farinha, no distrito de São Vicente de Paulo.


Revitalizada em 2013 pela Prefeitura de Araruama, a agroindústria de beneficiamento de farinha tem fomentado a produção dos pequenos agricultores do terceiro distrito. Funcionando no Galpão da Secretaria de Agricultura em São Vicente de Paulo, a produção diária chega a 600 quilos, sendo comercializada pelos próprios agricultores no comércio local.


De acordo com a secretária municipal de Agricultura, Keila Wiviane, o espaço conta com toda infraestrutura necessária para auxiliar o pequeno produtor a fazer o beneficiamento da farinha.


“A produção conta hoje com todo apoio da Prefeitura, que oferece a infraestrutura, a embalagem e a orientação técnica sobre produção e manejo do aipim. É também um produto diferenciado, pois a farinha é integral”, disse.


Com o beneficiamento, o pequeno produtor melhora a renda familiar a partir do aumento de sua capacidade de produção. A casca extraída do aipim também é reaproveitada para compostagem ou alimentação de animais.


O prefeito Miguel Jeovani ressalta a importância do apoio ao pequeno produtor rural.


“Quando fizemos a reforma do espaço, adequamos a indústria para atender ao padrão de qualidade, com maquinário próprio. O melhor é que o produtor comercializa a farinha diretamente com o comércio, não tendo nenhum custo com o processo de produção, que é oferecido gratuitamente pela Prefeitura”, disse.


Release 173/2015


 


Texto e fotos: Camilo Mota

 

 

 

 

A matéria descrita acima é de inteira responsabilidade de seu autor, eximindo o site de qualquer responsabilidade.

Costela Suína

NoiteLagos.com entrevista Claudio Michael Völcker.

Próxima semana...


Veja os vídeos anteriores

Anunciantes


Parceiros


Facebook




Nosso QR Code


  Todos os Direitos reservados Noite Lagos Site Criado por Fernando Moraes
Fernandomoraesn@gmail.com